Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Putin considera que Irã deve participar da próxima reunião sobre a Síria

O presidente russo, Vladimir Putin, declarou nesta terça-feira, durante visita à Jordânia, que o Irã deveria ser convidado a uma reunião sobre a crise na Síria, prevista para 30 de junho, em Genebra.

“É melhor envolver o Irã nesta solução” do conflito sírio, declarou Putin à imprensa após um encontro com o rei Abdullah II da Jordânia às margens do Mar Morto.

Ignorar o Irã, aliado da Síria, “complicaria o processo (…) É melhor garantir seu apoio”, acrescentou Putin, que concluiu uma visita de dois dias à região.

“Quanto mais vizinhos da Síria estiverem envolvidos no processo de solução, melhor será”, insistiu o presidente russo.

Seu ministro das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, declarou anteriormente à imprensa que Moscou quer a participação do Irã na reunião de Genebra.

Lavrov disse que “é preciso aproveitar esta oportunidade, mas, para que isto ocorra, é preciso reunir todos aqueles que têm uma influência real na situação. O Irã, sem dúvida alguma, faz parte destes”.

A reunião foi promovida pelo emissário internacional Kofi Annan, cujo plano de paz de seis pontos fracassou desde a sua instauração em 12 de abril. De Genebra, a ONU advertiu que não havia recebido a confirmação da realização do encontro.

Se for realizado, o encontro ocorrerá ao nível de Ministros de Relações Exteriores, segundo fontes da ONU.

Na sexta-feira, Annan disse querer a participação do Irã nas conversas.