Clique e assine a partir de 9,90/mês

Prostituta do governador perde chance de lucrar

Por Giancarlo Lepiani - 19 mar 2008, 09h50

A prostituta americana Ashley Alexandra Dupre, contratada pelo ex-governador de Nova York na gravação telefônica que derrubou o político, perdeu a chance de lucrar 1 milhão de dólares na terça-feira. Famosa no mundo todo desde que foi envolvida no escândalo que forçou a renúncia do democrata Eliot Spitzer, Ashley, de 22 anos, tinha proposta para posar nua para uma nova revista masculina. A oferta foi feita pela produtora Girls Gone Wild, que vende vídeos de garotas nuas em DVDs e na internet.

Ashley seria a estrela do primeiro número de uma revista que será criada pela empresa. A proposta foi retirada depois que a própria Girls Gone Wild descobriu que não precisaria pagar um centavo sequer para mostrar Ashley — ela já tinha gravado algumas imagens para a mesma empresa. As cenas, registradas em 2003, mostram Ashley seminua em Miami. A produtora agora planeja vender o acesso às imagens pela internet. Na época da gravação das cenas na Flórida, Ashley ainda era menor de idade.

Publicidade