Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Promotoria pede mais 12 anos de prisão para ex-presidente sul-coreana

Park Geun-hye já está cumprindo pena de 24 anos por esquema corrupção envolvendo uma amiga; promotoria quer multá-la em 28 milhões de reais

A Promotoria da Coreia do Sul pediu nesta quinta-feira (14) uma sentença adicional de 12 anos de prisão para a ex-presidente Park Geun-hye por mais um caso de corrupção. Ela já está cumprindo pena por financiamento ilegal de campanha.

A ex-presidente, de 66 anos, foi condenada em abril a 24 anos de prisão por forçar empresas do país a doarem dinheiro para fundações controladas por sua amiga pessoal, Choi Soon-sil. O caso levou à cassação de seu mandato, em março de 2017.

Agora, Park está sendo julgada por supostamente ter recebido suborno do Serviço Nacional de Inteligência (NIS, na sigla em inglês) sul-coreano, durante seu mandato. APromotoria apresentou acusações, também, contra um ex-assessor da presidente e um diretor do órgão.

A acusação sustenta que o NIS pagou ao escritório da presidente cerca de 4 bilhões de wons sul-coreanos (aproximadamente 14 milhões de reais) entre 2013 e 2016. Além da pena de 12 anos de prisão, a Promotoria pede que ela seja sentenciada com uma multa de 8 bilhões de wons (aproximadamente 28 milhões de reais).

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Lourival Rodrigues Cruz

    Eis o exemplo que devemos seguir.
    Por aqui o ladrão canalha ameaça com mais roubo.

    Curtir