Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Professora se jogou sobre alunos para salvá-los de tornado

Tragédia em Oklahoma City deixou pelo menos 24 mortos, sete deles crianças

O tornado que atingiu a região metropolitana de Oklahoma City (Estados Unidos) na segunda-feira, deixando ao menos 24 mortos, passou diretamente sobre uma escola elementar no distrito de Moore, onde uma professora cobriu alunos sob seu próprio corpo para salvá-los – e conseguiu. Entre as vítimas, há pelo menos sete crianças, mas o número pode subir, já que os trabalhos de resgate ainda estão em andamento. O estado de Oklahoma, no Sul dos Estados Unidos, faz parte da região atingida por fortes rajadas de vento que deixaram um rastro de destruição nos últimos dias.

Leia também:

Leia também: Trabalhos de resgate mobilizam Oklahoma após tornado

Saiba mais

TORNADO

Tipo de tormenta que costuma durar menos de três minutos, mas é muito violenta, os tornados são o resultado do choque entre duas correntes de ar – uma quente e úmida, outra fria e seca. Quando as duas se encontram em alta velocidade, o ar quente é lançado para o alto, se condensa e inicia uma tempestade que pode atingir até 800 km/h, o bastante para destruir todas as construções que encontrar pelo caminho.

Na segunda-feira, o pânico tomou conta da escola elementar Plaza Towers, em Moore (Oklahoma), quando sirenes começaram a tocar. Orientados pelas professoras, os alunos se agacharam e buscaram refúgio nos corredores e nos banheiros. “As paredes foram dobradas como panquecas, e os estudantes estavam amontoados em grupos”, disse o vice-governador de Oklahoma, Todd Lamb.

“Ouvimos as sirenes e corremos para o corredor. Então ouvimos um som de trem, que era o tornado. Uma professora nos cobriu, a senhorita Crossway. Ela me cobriu e também ao meu amigo Zachary. Eu disse que estávamos bem e então ela foi cobrir meu amigo Antonio. Ela salvou nossas vidas”, disse à rede NBC o sobrevivente Damian Britton, da escola Plaza Towers.

O sargento Jeremy Lewis, da polícia estadual de Oklahoma, disse que a escola primária Plaza Towers já foi liberada e que muitas crianças foram resgatadas vivas dos escombros, segundo a agência de notícias Reuters. “Eles estavam literalmente levantando paredes e as crianças saíam debaixo delas”, disse. O sargento também informou que a escola não tinha um porão. “Nenhuma de nossas escolas tem porão”. Ainda segundo Lewis, sete crianças morreram em Plaza Towers, e o número total de vítimas em Moore está estimado agora em 19, com outras cinco mortes nas proximidades de Oklahoma City.

Segundo Andrew Wheeler, morador da cidade, uma professora de outra escola primária, Briarwood, cobriu seu filho e o manteve a salvo do tornado. “A professora protegeu a cabeça deles enquanto tijolos caíam por cima das crianças. Ela ficou com o braço machucado e um dos meninos viu um ferimento na cabeça dela, mas ela está OK”, disse Wheeler à rede ABC.

Desastre – O tornado destruiu, com ventos de 320 quilômetros por hora, uma área de 35 quilômetros. Com mais de três quilômetros de largura, o tornado permaneceu em terra durante 40 minutos, segundo a CNN. O estrago foi devastador. “Parece que uma bola de boliche passou por cima das casas”, disse o meteorologista da CNN, Chad Myers. Até o hospital da cidade de Moore foi destruído. “Nosso hospital foi devastado”, disse o prefeiro Glenn Lewis.