Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Professora francesa morre após ser apunhalada por mãe de aluno

Ataque aconteceu pouco antes do início das aulas, quando as crianças ainda estavam chegando à escola Edouard Herriot em Albi, no sul do país

Uma professora primária de 34 anos morreu nesta sexta-feira em Albi, no sul da França, após ser apunhalada pela mãe de um de seus alunos durante uma aula, informou a promotoria da cidade. A agressora foi detida pela polícia vinte minutos depois do ataque. As aulas foram suspensas e os alunos foram retirados da escola pública Edouard Herriot. Segundo a Prefeitura local, 284 menores em idades pré-escolar e primária – entre três e onze anos – frequentam a escola. Os nomes da vítima e da agressora não foram divulgados.

A mulher detida, de 47 anos, estava fichada desde janeiro pelos serviços policiais por abandonar um menor e por dificultar sua busca. A vítima, que teve uma parada cardiorrespiratória após ser atingida em um dos pulmões, recebeu atendimento médico, mas não resistiu e morreu duas horas depois do ataque. Segundo a emissora francesa BFM TV, a agressora teria gritado que “não era uma ladra” no momento do ataque e, segundo a polícia, ela passará por uma análise psiquiátrica. A professora foi esfaqueada quando as crianças estavam chegando para o início das aulas. Hoje na França é o último dia letivo antes do início das férias de verão.

Leia também

Atirador abre fogo em escola e mata um estudante nos EUA

Autor de tiroteio em universidade dos EUA não é aluno

Polícia canadense captura suspeito de matar 3 agentes

“Este drama confirma a necessidade de lutar contra a violência dentro e ao redor dos colégios, de proteger os centros, os professores e os alunos”, declarou Hamon em comunicado. De acordo com a imprensa local, o ministro da Educação deve realizar uma entrevista coletiva ainda hoje para explicar à população que medidas poderão ser tomadas para atenuar essa onda de violência nas escolas.

(Com agência EFE)