Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Príncipe Harry segue exemplo da mãe e caminha por campo minado em Angola

Em viagem à Africa, o duque de Sussex relembra trabalho da princesa Diana em prol da eliminação de minas terrestres

Por Da Redação Atualizado em 27 set 2019, 14h15 - Publicado em 27 set 2019, 13h54

Em viagem à África, o príncipe Harry refez os passos de sua mãe, a princesa Diana, ao visitar um campo minado nas proximidades de Dirico, na província de Cuando Cubango, em Angola, nesta sexta-feira, 27.

Vestido com colete de segurança e usando óculos de proteção, o duque de Sussex detonou à distância um explosivo. Ainda nesta sexta-feira, visitou a cidade de Huambo, cerca de 1.000 quilômetros ao noroeste, onde a princesa Diana também caminhou em um campo minado em 1997.

“Visitarei Huambo para ver por onde minha mãe caminhou no campo de minas, em 1997”, explicou o príncipe, sexto na linha de sucessão de sua avó, a rainha Elizabeth II. “Tem sido muito emocionante refazer os passos da minha mãe nesta rua 22 anos depois e ver a transformação que ocorreu, de um lugar inseguro e isolado para uma comunidade vibrante de comércio e escolas”, completou.

Poucos meses depois de sua visita a Angola, a princesa de Gales morreu em um acidente de carro em Paris. Harry tinha 12 anos.

Diana junto de crianças vitimas de minas terrestres na Angola – 14/01/1997 Tim Graham/Getty Images

Harry explicou que Huambo, a segunda maior cidade de Angola, estava minada naquele momento. “Agora, é segura e, com a ajuda internacional apropriada, o terreno daqui (Dirico) também pode ser”, declarou Harry, em um vídeo publicado pelo canal britânico ITN.  “As minas são um flagelo da guerra. Ao removê-las,  podemos ajudar esta comunidade a encontrar a paz, e com a paz vêm as oportunidades.”

  • Em Huambo, o príncipe também visitará um hospital ortopédico batizado com o nome de sua mãe. Mais de 1 milhão de minas antipessoais foram colocadas durante os 27 anos de guerra civil em Angola (1975-2002), que continua sendo um dos países mais minados do mundo.

    Angola é a terceira etapa da viagem de dez dias do príncipe pela África meridional. Depois de África do Sul, Botsuana e Angola, o duque de Sussex viajará para o Malauí. Voltará para Johanesburgo, na África do Sul, onde estão sua mulher, Meghan, e seu filho, Archie, de quatro meses de idade. Sua viagem oficial terminará em 2 de outubro.

    (Com AFP)

    Continua após a publicidade
    Publicidade