Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Príncipe Harry acredita que rainha Elizabeth II sentirá orgulho de sua viagem

Por Da Redação
12 mar 2012, 09h43

Londres, 12 mar (EFE).- O príncipe Harry da Inglaterra espera que sua avó, a rainha Elizabeth II, se sinta orgulhosa de sua viagem pelo Caribe e pelo Brasil por causa do Jubileu de Diamantes da soberana, informou nesta segunda-feira a emissora britânica ‘BBC’.

O príncipe Harry classificou o percurso por Belize, Jamaica, Bahamas e Brasil como ‘emocionante’ e afirmou que, antes de partir, teve uma conversa com a rainha na qual ela lhe desejou boa viagem.

‘Ela me disse: ‘aproveite, espero que me faça sentir orgulho’. Foi uma conversa típica de avó e neto’, comentou o príncipe à ‘BBC’ ainda no Brasil, onde se encontra nesta segunda-feira em visita privada após fechar no domingo sua viagem oficial.

O príncipe, que confessou se sentir ‘exausto’, agradeceu o ‘calor’ das boas-vindas que recebeu em cada um dos roteiros da viagem, a primeira oficial que realiza sozinho representando Elizabeth II, de 85 anos e que está ha 60 no trono britânico.

Continua após a publicidade

‘Pessoalmente não tinha nem ideia de quanta influência a Rainha tem em todos estes países. Para mim foi uma lição de humildade, e de fato, continua me surpreendendo às vezes a forma como é celebrado seu 60º aniversário’, afirmou o príncipe, de 27 anos e o terceiro na linha sucessória.

Após seis dias nos quais, entre outros atos, correu junto com o atleta jamaicano Usain Bolt, dançou em Belize e jogou polo no Brasil, o príncipe Harry expressou sua satisfação por ter se envolvido de ‘forma ativa’ nas celebrações do Jubileu e não ter se limitado apenas a participar dos atos.

Após visitar as ex-colônias britânicas, membros da Commonwealth, Harry chegou na sexta-feira ao Brasil, onde visitou favelas e conheceu o trabalho de diferentes organizações beneficentes.

Continua após a publicidade

‘O mais importante em minha vida são as crianças. Não sei se é algo que herdei da minha mãe ou do meu pai, mas sinto que tenho uma enorme criança dentro de mim, me conecto e sempre me conectarei com as crianças’, afirmou.

No Brasil, ele anunciou seu desejo de estender a outros países o trabalho de sua ONG Sentebale, que ajuda crianças órfãs com Aids no país africano de Lesoto.

‘Não é só no Lesoto. Acho que há crianças desfavorecidas ao redor do mundo que não têm esperança e precisam de ajuda, inclusive no Reino Unido e no Brasil. Entendo que sou um privilegiado por estar na posição na qual estou’, afirmou. EFE

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.