Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Príncipe Friso da Holanda luta pela vida após ser atingido por avalanche

Haia/Viena, 17 fev (EFE).- O príncipe Johan Friso da Holanda está internado em estado grave em um hospital de Innsbruck, na Áustria, após ter sido atingido por uma avalanche de neve quando esquiava na estação austríaca de Lech.

A situação do príncipe, de 43 anos, ‘é estável, mas não ainda não está fora de perigo’ e os médicos não poderão fazer previsões sobre seu estado de saúde nos próximos dias, segundo anunciou o Serviço de Informação da Casa Real da Holanda (RVD).

Acompanhado de sua mãe, a rainha Beatrix, e de sua esposa, Mabel Wisse Smit, o príncipe está na unidade de terapia intensiva do Hospital Clínico de Innsbruck, com grande experiência em casos de vítimas de avalanches.

A agência de notícias austríaca ‘APA’ informou que ele estava esquiando na região de Litzen-Zugertobel, quando uma avalanche veio em sua direção por volta das 12h15 locais (9h15 de Brasília) e o soterrou.

Friso permaneceu 20 minutos soterrado pela neve e, após ser resgatado, teve que ser reanimado pelos serviços de resgate, segundo a televisão estatal holandesa ‘NOS’.

O príncipe estava esquiando fora das pistas demarcadas com uma pessoa, que foi quem deu o alarme após serem atingidos pela avalanche, segundo distintas informações divulgadas na Holanda e na Áustria.

No momento em que aconteceu a avalanche, havia sido emitido um alerta advertindo que o risco de desmoronamentos era ‘grande’.

O prefeito de Lech, Ludwig Muxel, declarou à televisão pública austríaca que o desmoronamento tinha 30 metros de comprimento e que ‘não havia nenhum guia ou professor de esqui’ acompanhando Friso.

‘Na ação de busca iniciada imediatamente essa pessoa pôde ser resgatada rapidamente’ e foi atendida imediatamente pelos médicos em um helicóptero, antes de ser transferido para um hospital, segundo um comunicado do município de Lech, que acrescenta que as equipes de resgate foram auxiliadas por voluntários das escolas de esqui.

Muxel destacou ainda que ‘aumentamos as medidas de segurança no hospital, onde não é permitida a entrada de jornalistas’.

Por sua vez, a agência holandesa ‘ANP’ informou que o príncipe levava consigo um alarme para casos de avalanches, o que facilitou sua localização, segundo indicaram fontes policiais austríacas.

A família real holandesa passa desde os anos 1950 suas férias de inverno em Lech, onde na próxima segunda-feira realizaria uma sessão de fotos especial para a imprensa, que já foi cancelada.

Amante do golfe e do mergulho, o príncipe Johan Friso de Orange-Nassau tem 43 anos e em 2003 renunciou a seus direitos ao trono para poder casar-se no ano seguinte com Mabel, que tinha conhecido Klaas Bruinsma, um suposto traficante de droga muito famoso no país assassinado em 1991.

Mabel não explicou ao Governo holandês na ocasião toda a verdade sobre esta relação, e por isso o Executivo decidiu não pedir ao Parlamento o sinal verde para o casamento (necessário para manter os direitos sucessórios), e obrigou Friso a escolher entre sua amada e seus direitos de sucessão ao trono.

Por isso, Friso faz parte da família, mas não da Casa Real holandesa. O casal vive e trabalha desde 2006 em Londres, onde nasceram suas duas filhas, Emma e Joanna, de 6 e 5 anos, respectivamente. EFE