Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Príncipe Andrew é acusado de abuso de menor; Família Real nega

O monarca é irmão mais novo do príncipe Charles e o quinto na linha de sucessão do trono britânico

O príncipe Andrew, da Grã-Bretanha, foi acusado de ter abusado sexualmente de uma menor nos Estados Unidos, relata nesta sexta-feira o jornal The Guardian. O Palácio de Buckingham, sede da Família Real, afirmou em nota que Andrew, irmão mais novo do príncipe Charles e o quinto na linha de sucessão do trono britânico, é inocente.

Segundo publicou o jornal britânico, uma americana apresentou na Justiça da Flórida uma denúncia em que afirma ter sido obrigada a manter relações sexuais forçadas com o duque de York entre 1999 e 2002, quando era menor de idade. A denunciante, que não teve o nome revelado, alega que o banqueiro americano Jeffrey Epstein, amigo de Andrew e condenado em 2008 a um ano e meio de prisão por prostituição de menores, a apresentou a “amigos ricos e poderosos” como uma “escrava sexual”.

Leia também:

Em mensagem de Natal, rainha fala em reconciliação

Galeria de fotos:

Elizabeth II visita set de filmagens de ‘Game of Thrones’

De acordo com o caso aberto nos EUA, a denunciante, quando tinha 17 anos, foi forçada em “várias ocasiões” a manter relações sexuais com o príncipe Andrew nas casas de Epstein em Nova York, Flórida, Novo México e Ilhas Virgens. Em outro caso, Epstein foi condenado em 2008 por tentar pagar por sexo com uma garota de 14 anos.

(Com agência EFE)