Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Primogênito de Kim Jong-Il diz que pai era contra sucessão hereditária

Em rara entrevista, filho opina que ditador resolveu passar o poder a seu caçula para estabilizar o país

Por Da Redação
28 jan 2011, 09h16

O ditador norte-coreano Kim Jong-Il era contrário à transmissão hereditária do poder, mas por fim decidiu designar seu filho mais novo para garantir a estabilidade do regime, declarou o primogênito de Kim Jong-II a um jornal japonês, nesta sexta-feira.

Em uma rara entrevista, concedida ao Tokyo Shimbun, Kim Jong-Nam, que vive no exterior, disse esperar que seu meio-irmão Jong-Un seja capaz de melhorar a vida dos norte-coreanos depois de chegar ao poder. “Não houve sucessão por herança nem para Mao, na China”, lembrou o empresário, de 39 anos, entrevistado no começo do mês no sul da China.

Para o filho de Kim, a transição de pai para filho na Coreia do Norte “não é coerente com o socialismo, e meu pai era contra”, disse. “Mas eu compreendo que ele tenha se decidido (pela sucessão hereditária) para estabilizar o país. Uma instabilidade da Coreia do Norte conduziria à instabilidade de toda a região”.

Kim Jong-Nam vive entre Macau, onde reside em uma luxuosa mansão com a mulher e os dois filhos, e Pequim, onde também possui uma casa. Além disso, viaja com frequência a Bancoc, Moscou e a alguns países da Europa. Em outubro de 2010, coincidindo com os 65 anos do partido de Kim, os norte-coreanos e a imprensa internacional puderam conhecer o provável substituto de Kim Jong-Il: Kim Jong-Un, de 27 anos, seu filho caçula.

(Com agência France-Presse)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.