Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Primeiros corpos dos mortos na Suíça chegarão amanhã à Bélgica

Bruxelas, 15 mar (EFE).- Os primeiros corpos dos mortos no acidente com o ônibus que bateu na mureta de um túnel na terça-feira na Suíça serão repatriados nesta sexta-feira à Bélgica, enquanto nesta quinta-feira começam a chegar ao país os sobreviventes da tragédia.

Como informou o Governo, um avião de carga C-130 do Exército partirá nesta tarde do aeroporto militar de Melsbroek com destino à cidade suíça de Sion para resgatar os corpos.

Está previsto que a aeronave retorne nesta sexta-feira à Bélgica, porque não é possível decolar em Sion depois do anoitecer, revelou a imprensa belga.

Algumas famílias que foram até a Suíça poderiam retornar para suas casas nesta mesma noite na aeronave colocada à disposição pelo Ministério da Defesa que as transportou no dia anterior ao Estado helvécio.

Com relação aos feridos, quatro continuam em estado grave e três não têm condições de viajar, revelou a agência ‘Belga’. Dentre os outros 20, três voltarão por terra com suas famílias e três viajam nesta mesma tarde em voo regular.

Os demais serão levados posteriormente em aviões equipados com Unidades de Terapia Intensiva, detalha a mesma agência.

Está prevista a instalação de capelas tanto em Lommel (ao nordeste de Bruxelas) quanto em Heverlee (norte da Bélgica), as duas localidades de onde são as escolas das crianças envolvidas no acidente, contou nesta quinta-feira a ministra do Interior belga, Joëlle Milquet.

A escola Sint-Lambertus de Heverlee lamenta nove mortos (sete crianças e dois adultos) e 17 feridos, dois deles em estado gravíssimo.

Além dos dois motoristas mortos, as demais vítimas são da escola ‘t Stekske, da cidade de Lommel, que teve 17 óbitos (15 crianças e dois adultos) e sete feridos, dois deles em estado grave. EFE