Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Primeiro porta-aviões da China entra em atividade

Anúncio é feito pelo governo em meio a momento de tensão com o vizinho Japão. Embarcação, comprada da Ucrânia, passou por reforma completa

O governo da China anunciou nesta terça-feira que seu primeiro porta-aviões entrou em atividade de forma oficial nesta terça-feira e o Ministério da Defesa apontou que a embarcação vai ajudar o país a projetar seu poderio marítimo e a defender o território chinês, em um momento de grande tensão com o Japão em razão de uma disputa territorial pelas ilhas Diaoyu, como são chamadas pelos chineses – entre os japoneses, elas são conhecidas como Senkaku.

“Esta manhã, o primeiro porta-aviões chinês, o Liaoning, foi oficialmente admitido no serviço ativo”, apontou um comunicado do ministério chinês da Defesa. “A entrada deste porta-aviões nas fileiras militares irá elevar o nível de modernização das forças operacionais navais da China de forma geral”, concluiu a nota do Ministério.

Saiba mais:

Por ilhas, Japão e Taiwan travam ‘guerra’ de jatos de água

Leia também:

Enviado do Japão vai à China tentar aliviar tensão por ilhas

disputa pelas ilhas

protestos contra o Japão por toda a China