Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Primeiro-ministro turco viajará ao Irã para mediar questão nuclear

Istambul, 5 mar (EFE).- O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesta segunda-feira que viajará no próximo dia 28 ao Irã, onde se reunirá com o presidente Mahmoud Ahmadinejad.

Erdogan informou desta viagem em reunião com seu gabinete, na qual esclareceu que nos dois dias precedentes, 26 e 27 de março, estará na Coreia do Sul, onde participará da Cúpula de Segurança Nuclear.

O jornal turco ‘Habertürk’ detalha em seu site que Erdogan transmitirá a Ahmadinejad as decisões tomadas na cúpula da Coreia do Sul, na qual se espera a participação de 48 chefes de Estado. O Irã está ausente da lista.

A Turquia está há anos tentando mediar o litígio internacional em torno do polêmico programa nuclear de Teerã, que coloca o Irã em rota de colisão com Estados Unidos, Israel e União Europeia (UE).

As autoridades iranianas insistem que suas atividades nucleares possuem apenas fins pacíficos, mas os países ocidentais suspeitam que o programa busca desenvolver armas atômicas.

Em 2010, Ancara e Teerã, com o apoio de Brasília, chegaram a um acordo segundo o qual o Irã entregaria matéria-prima nuclear a um terceiro país e receberia em troca urânio enriquecido para seus reatores, mas o plano não recebeu o sinal verde dos EUA.

Em janeiro de 2011, delegados do Irã e do Grupo 5+1 (EUA, China, Rússia, Grã-Bretanha, França e Alemanha) realizaram uma cúpula em Istambul, sob a liderança de Catherine Ashton, chefe da diplomacia europeia, mas sem chegar a nenhum acordo.

Em janeiro passado, o ministro de Exteriores iraniano, Ali Akbar Salehi, prometeu durante uma visita oficial a Ancara realizar ‘em breve’ uma segunda cúpula, ‘muito provavelmente’ em Istambul.

A Turquia aplica ao Irã somente as sanções definidas pelas Nações Unidas, mas não as mais severas promulgadas pelos EUA e a UE, e importa grande parte de seu gás natural do país islâmico. EFE