Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Primeiro ataque de Trump mata 14 membros da Al Qaeda no Iêmen

Um soldado americano é morto e outros três feridos em primeira missão ao Iêmen assinada pelo recém-empossado presidente dos Estados Unidos

Ao menos 14 membros da Al Qaeda morreram no Iêmen neste domingo (29), no primeiro ataque aéreo dos Estados Unidos desde que Donald Trump tomou posse. As informações foram publicadas pelo jornal britânico The Guardian.

Um combatente americano foi morto e outros três ficaram feridos. Esta foi a primeira morte de um soldado em missão antiterrorista aprovada por Donald Trump como presidente.

A troca de tiros, que aconteceu em um distrito rural da cidade de Bayda, matou o maior líder da organização no país, Abdulraoof al-Dhahab.

Os Estados Unidos afirmam ter capturado informações valiosas da organização, que podem ser úteis para prevenir futuros ataques terroristas. O Iêmen é um dos sete países de onde Donald Trump proibiu imigração para os Estados Unidos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nilton Castro

    E o Poderoso Velhinho criou o Jornalista. Analisou sua obra e gostou (muito). Então pensou – Óh, preciso dar-lhe uma companhia… E o Senhor Diabo respondeu: Xá comigo, Xefia! E, PLIM!, criou o leitor…
    P.S. Esta história é verdadeira, eu só não tenho como confirmar.

    Curtir

  2. YOUSSEF NASER ISSA

    Esse sabe tratar bem os diabinhos.

    Curtir

  3. ridney ferreira

    Se eu tivesse o poder de fogo, que tem o Trump, faria o mesmo que ele.

    Curtir

  4. Anjo Conservador

    Corregindo Veja: Primeiro ataque autorizado pela sociedade americana que elegeu Donald Trump…

    Curtir