Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Presidente do Sudão do Sul encurta visita à China após guerra recrudescer

Por Da Redação 25 abr 2012, 06h40

Pequim, 25 abr (EFE).- O presidente sul-sudanês, Salva Kiir, decidiu encurtar sua estadia na China, que deveria finalizar no próximo dia 28, em plena escalada do conflito que seu país mantém com o Sudão pelo controle das zonas fronteiriças.

‘Kiir cancelou sua viagem a Xangai’, prevista para amanhã, disse nesta quarta-feira o porta-voz do ministro das Relações Exteriores chinês, Liu Weimin.

Liu não especificou o motivo nem a data exata na qual o presidente sul-sudanês deixará a China, mas, segundo fontes da Chancelaria chinesa, isso pode acontecer depois de sua reunião hoje com o vice-primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, e o presidente do Legislativo, Wu Bangguo.

Kiir decidiu encurtar sua viagem após assinar vários acordos de cooperação com Pequim, entre os quais se destaca o possível financiamento chinês de um oleoduto em solo sul-sudanês, que permitiria a Juba outras vias de exportação de seu petróleo à margem do vizinho Sudão. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade