Clique e assine com até 92% de desconto

Presidente do Senado assume interinamente governo do Haiti

Jocelerme Privert, de 63 anos, ficará no cargo até 14 de maio, dez dias depois do segundo turno das eleições presidenciais

Por Da Redação 14 fev 2016, 07h40

O presidente do Senado do Haiti, Jocelerme Privert, foi eleito neste domingo pela Assembleia Nacional como chefe de Estado interino. Ele vai preencher a lacuna deixada pelo fim do mandato do ex-presidente – Michel Martelly -, e talvez amenizar as tensões que polarizaram a nação, resultando em uma crise política.

Após um sessão de mais de dez horas e uma dupla votação, Privert, de 63 anos, foi escolhido pela maioria da Assembleia Nacional e assumirá o executivo provisório até o dia 14 de maio, dez dias depois do segundo turno das eleições presidenciais. O político veterano foi um dos três candidatos que disputaram a vaga no governo interino.

Sua nova posição será a de mediador que deve carregar peso suficiente para amenizar rapidamente as divisões políticas que deixaram o Haiti sem um presidente eleito ou um Parlamento completo, por causa da suspensão das eleições. O primeiro-ministro, Evans Paul, permanece no cargo, por enquanto, mas espera-se que Privert e os legisladores confirmem o oficial número 2 nos próximos dias.

Durante seu discurso aos legisladores, horas antes da votação final, Privert prometeu conduzir uma administração assistencialista que estimularia “a confiança em todos os setores da sociedade”, garantiu estabilidade e previu que as eleições suspensas seriam realizadas “o mais rápido possível”. Está previsto que Privert assumirá o posto ainda neste domingo como o 57º presidente do país.

(Da redação com agência EFE e Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade