Clique e assine a partir de 8,90/mês

Presidente diz que Irã negociará se EUA suspenderem sanções

Tensão entre os países aumenta desde a saída americana do acordo nuclear

Por Da Redação - Atualizado em 15 jul 2019, 01h26 - Publicado em 15 jul 2019, 01h25

O Irã está pronto para negociar com os Estados Unidos, se Washington suspender as sanções e retornar ao acordo nuclear de 2015, do qual se retirou no ano passado, disse o presidente iraniano, Hassan Rouhani, em um discurso televisionado neste domingo.

“Nós sempre acreditamos em negociações… se eles suspenderem as sanções, acabarem com a pressão econômica imposta e voltarem ao acordo, estamos prontos para manter conversações com os Estados Unidos hoje, agora e em qualquer lugar”, disse Rouhani.

A tensão aumentou entre os inimigos de longa data desde que o presidente dos EUA, Donald Trump, retirou-se no ano passado do acordo nuclear entre o Irã e seis potências mundiais e impôs novamente sanções a Teerã, que haviam sido levantadas sob o pacto.

Nesta semana, a União Europeia declarou apoio à proposta do Iraque de sediar uma conferência regional em meio às crescentes tensões entre Estados Unidos e o Irã envolvendo as negociações sobre o acordo nuclear internacional. Segundo a Comissária de Relações Exteriores do bloco, Federica Mogherini, a UE oferece “total suporte” a proposta iraquiana.

Aliado dos dois países, o Iraque se ofereceu para mediar as negociações entre Teerã e Washington. Enquanto isso, os iranianos continuam a pressionar os europeus que participam do acordo nuclear à contornarem os efeitos das sanções estadunidenses às exportações do país.

(Com AP, Reuters e Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade