Clique e assine a partir de 9,90/mês

Premiê japonês diz ter “grande confiança” em Trump

Shinzo Abe disse que a atmosfera do primeiro encontro com o sucessor de Barack Obama foi "quente"

Por Da redação - 18 nov 2016, 08h42

O presidente eleito de Estados Unidos, Donald Trump, se reuniu na quinta-feira em Nova York com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que afirmou após o encontro ter “grande confiança” no próximo chefe de Estado da maior potência do mundo. “Tenho a convicção de que Donald Trump é um dirigente de grande confiança”, declarou Abe à imprensa. O premiê japonês disse que a atmosfera do primeiro encontro com o sucessor de Barack Obama foi “quente”.

“Tivemos a oportunidade de ter uma conversa muito franca durante um tempo bastante longo”, disse o primeiro-ministro, após o encontro que aconteceu na Trump Tower de Manhattan. Minutos antes de embarcar para os Estados Unidos, o primeiro-ministro japonês disse à imprensa que se sentia honrado por poder se reunir com o presidente eleito “antes de qualquer dirigente do mundo”.

Leia também
Obama pede que Trump defenda normas internacionais perante Putin
Notícias falsas tiveram êxito no Facebook durante campanha nos EUA
Moradores de Nova York tentam apagar nome de Trump das fachadas 

“A aliança entre Japão e Estados Unidos é a pedra angular da diplomacia e da segurança do Japão” que “pode funcionar somente dentro da confiança”, disse Abe. Durante sua campanha, o magnata manifestou sua intenção de retirar os soldados americanos da Coreia do Sul e do Japão se não houver um aumento significativo na contribuição financeira desses países.

Também criticou os tratados de livre comércio como o Acordo Transpacífico (TPP), que os Estados Unidos ainda não ratificaram. Tóquio acredita que seu eventual abandono irá favorecer um acordo comercial rival com a China.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade