Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Premiê japonês diz ter “grande confiança” em Trump

Shinzo Abe disse que a atmosfera do primeiro encontro com o sucessor de Barack Obama foi "quente"

O presidente eleito de Estados Unidos, Donald Trump, se reuniu na quinta-feira em Nova York com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que afirmou após o encontro ter “grande confiança” no próximo chefe de Estado da maior potência do mundo. “Tenho a convicção de que Donald Trump é um dirigente de grande confiança”, declarou Abe à imprensa. O premiê japonês disse que a atmosfera do primeiro encontro com o sucessor de Barack Obama foi “quente”.

“Tivemos a oportunidade de ter uma conversa muito franca durante um tempo bastante longo”, disse o primeiro-ministro, após o encontro que aconteceu na Trump Tower de Manhattan. Minutos antes de embarcar para os Estados Unidos, o primeiro-ministro japonês disse à imprensa que se sentia honrado por poder se reunir com o presidente eleito “antes de qualquer dirigente do mundo”.

Leia também
Obama pede que Trump defenda normas internacionais perante Putin
Notícias falsas tiveram êxito no Facebook durante campanha nos EUA
Moradores de Nova York tentam apagar nome de Trump das fachadas 

“A aliança entre Japão e Estados Unidos é a pedra angular da diplomacia e da segurança do Japão” que “pode funcionar somente dentro da confiança”, disse Abe. Durante sua campanha, o magnata manifestou sua intenção de retirar os soldados americanos da Coreia do Sul e do Japão se não houver um aumento significativo na contribuição financeira desses países.

Também criticou os tratados de livre comércio como o Acordo Transpacífico (TPP), que os Estados Unidos ainda não ratificaram. Tóquio acredita que seu eventual abandono irá favorecer um acordo comercial rival com a China.

(Com agência France-Presse)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Alberto Sousa

    CONFIA NO DIABO, E IRÁS VER O INFERNO. QUEM TE AVISA AMIGO É.
    NOVA ORDEM MUNDIAL, É PRECISA URGENTE.

    Curtir

  2. Alberto Sousa

    LEMBREM AS CRIANÇAS, MUDAS TELEPÁTICAS, LEMBREM AS FERIDAS COMO ROSAS CÁLIDAS, OH! MAS NÃO SE ESQUEÇAM DA ROSA ATÓMICA, ROSA SEM SER ROSA, SEM CHEIRO, SEM NADA.

    Curtir

  3. Micky Oliver

    TUDO ISSO É MEDO DO JAPA DE FICAR SEM A BASE AMERICANA DE OKINAWA!

    Curtir

  4. O Freio do Trump

    O Brasil é o campeão dos países que gastam mais do que arrecada, ou seja gasta cerca de 10% a mais do que produz no ano. O PEC que deve ser aprovado em breve pelo Senado coloca fim a essa farra, limitando os gastos aos níveis atuais por 20 anos. Se a economia crescer proporcionalmente os gastos caem.

    Entre os países, os EUA está no meio, exatamente no meio entre os responsáveis como a Alemanha, que economiza 1% de tudo o que arrecada e o gastão do Brasil. Mais precisamente os EUA está gastando 3.1% a mais de tudo o que produz no ano. Em outras palavras, antes de pagar os 20 trilhões de dólares da dívida, os EUA precisa fechar a torneira dos cerca de 620 bilhões que queima anualmente sem receita.

    Não é por outra razão que Trump quer parceria com os empresários para tocar as obras de infraestrutura. É a mesma política de Temer e do resto do mundo. O Congresso Americano não vai deixar o Trump abrir ainda mais a torneira da irresponsabilidade.

    O Brasil precisa de uma lei rigorosa para punir com perda de mandato o administrador público irresponsável e promover o competente.

    Gil Lúcio Almeida, PhD

    Curtir