Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Premiê espanhol cumprimenta Cristina Kirchner, apesar de tensões sobre YPF

Por Da Redação - 19 jun 2012, 22h01

Los Cabos (México), 19 jun (EFE).- O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, afirmou nesta terça-feira em entrevista coletiva ao término da reunião do G20, em Los Cabos (México), que cumprimentou a presidente argentina, Cristina Kirchner, durante o evento, apesar das tensões bilaterais quanto à recente nacionalização da petrolífera YPF.

Rajoy comentou sobre este assunto na entrevista coletiva que ofereceu ao término da reunião dos líderes do G20. Ele disse que cumprimentar é a atitude ‘natural e educada’ a se tomar.

Essa reunião foi a primeira ocasião em que Rajoy e a presidente argentina coincidiram após a decisão de Cristina Kirchner de desapropriar 51% da parte da companhia espanhola Repsol na petrolífera argentina YPF.

O líder espanhol também expressou sua satisfação com a declaração final da Cúpula do G20, que manifestou rejeição a qualquer forma de protecionismo no comércio mundial e nos investimentos. Em sua opinião, evitar o protecionismo é bom para o crescimento econômico de todos os países. EFE

Publicidade