Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Prefeitura divulga nomes de 28 desaparecidos do Concordia

Lista da administração de Grosseto pode incluir mortos encontrados nesta terça

A prefeitura da cidade de Grosseto, onde foi instalado o gabinete de crise que coordena a operação de resgate no transatlântico naufragado Costa Concordia, divulgou na noite desta terça-feira os nomes de 28 desaparecidos no desastre, ocorrido na noite da última sexta-feira. A administração local ressaltou que a informação “ainda está sendo atualizada”, o que significa que a lista pode incluir ao menos um dos cinco corpos encontrados nesta terça, o que elevou para 11 o número de mortos confirmados no acidente.

Entenda o caso

  1. • O navio Costa Concordia viajava com mais de 4.200 pessoas a bordo quando bateu em uma rocha junto à ilha italiana de Giglio, na noite do dia 13 de janeiro.
  2. • A colisão abriu um grande buraco no casco do navio, que encheu de água, encalhou em um banco de areia e virou.
  3. • Onze mortos foram confirmados até agora.
  4. • Os trabalhos de buscas são coordenados com a tarefa de retirar as 2.400 toneladas de combustível do navio, sob o risco de contaminação da área do naufrágio.

Leia mais no Tema ‘Naufrágio Costa Concordia’

A relação da Prefeitura de Grosseto contém 13 alemães, seis italianos, quatro franceses, dois americanos, uma peruana, um indiano e um húngaro – quatro deles são integrantes da tripulação e o restante, passageiros. Mais cedo havia ainda um outro alemão considerado desaparecido mas, de acordo com a imprensa italiana, autoridades do gabinete de crise afirmaram que ele foi localizado, são e salvo, na Alemanha.

As cinco vítimas encontradas mais cedo estavam na parte submersa do navio e seus corpos só foram localizados após os mergulhadores utilizarem explosivos para abrir passagem no casco da embarcação. São quatro homens e uma mulher, com idades entre 50 e 60 anos, e todos usavam coletes salva-vidas.

Também nesta terça, a Justiça italiana determinou que o capitão do Costa Concordia, Francesco Schettino, fique em prisão domiciliar. Ele é acusado de provocar o naufrágio devido a uma manobra mal feita e deve responder por homicídio múltiplo e abandono de navio, o que ficou comprovado por uma gravação da Capitania dos Portos italiana. Se condenado, Schettino pode pegar até 15 anos de prisão.

Confira a lista de desaparecidos divulgada pela Prefeitura de Grosseto:

Alemães: Bauer Elisabeth, Ganz Christina Mathi, Ganz Norbert Josef, Goergens Gertrud, Grube Gabriele, Hoer Egon, Neth Margarethe, Schall Inge, Stumpf Siglinde, Werp Brunhild, Werp Josef, Galle Horst e Schroeter Margrit

Italianos: Dintrono Maria, Girolamo Giuseppe (membro da tripulação), Trecarichi Maria Grazia, Virzì Luisa Antonia, Arlotti Dayana e Arlotti Williams

Franceses: Blemand Michael, Gannard Jeanne, Gregoire Pierre e Litzler Mylene

Americanos: Heil Barbara e Heil Gerald

Húngaro: Feher Sandor (membro da tripulação)

Indiano: Rebello Russel Terence (membro da tripulação)

Peruano: Soriamolina Erika Fani (membro da tripulação)