Clique e assine com até 92% de desconto

Prefeito pró-imigração é esfaqueado na Alemanha

Agressor questionou políticas para refugiados do prefeito antes de esfaqueá-lo

Por Da redação Atualizado em 28 nov 2017, 15h38 - Publicado em 28 nov 2017, 13h11

O prefeito da cidade de Altena, oeste da Alemanha, Andreas Hollstein, foi atacado por um homem portando uma faca em um restaurante local. O agressor parecia estar sob efeito de álcool e criticou as políticas de acolhimento a refugiados do prefeito antes de atacá-lo. Hollstein foi levado ao hospital na segunda-feira à noite e liberado horas depois com apenas um ferimento leve na garganta. O atacante foi preso na cena do crime.

Segundo a mídia local, o homem abordou Hollstein perguntando se ele era o prefeito antes de esfaqueá-lo. Em seguida, fez comentários sobre as políticas de migração de Hollstein. Altena é uma cidade de 17.000 habitantes, localizada no estado da Renânia do Norte-Vestfália, famosa por ser receptiva com imigrantes. Em 2015, a cidade recebeu mais refugiados do que a cota nacional exigida.

  • Durante coletiva de imprensa, o prefeito afirmou que tanto ele quanto outros políticos locais estavam recebendo e-mails com ameaças e discursos de ódio. Após o ataque, segundo Hollstein, ele continuou recebendo e-mails de pessoas apoiando o agressor.

    O porta-voz da chanceler Angela Merkel publicou no Twitter que a mandatária estava “horrorizada com o ataque” e agradeceu às pessoas que ajudaram o prefeito. O primeiro-ministro da Renânia do Norte-Vestfália, Armin Laschet, afirmou que o ataque teve “motivação política” e relembrou o caso de ataque à candidata a prefeita da cidade de Colônia, Henriette Reker, em outubro de 2015, por um extremista de direita, irritado com a política de acolhimento de refugiados da então candidata.

    Continua após a publicidade
    Publicidade