Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Prefeito é morto a tiros em Tamaulipas

Estado é o mesmo do massacre de mais de 70 imigrantes

Por Da Redação 30 ago 2010, 06h03

O prefeito do município mexicano de Hidalgo, Marco Antonio Leal García, foi mortos a tiros no domingo. A cidade fica no estado de Tamaulipas – onde ocorreu o massacre de mais de 70 imigrantes – entre eles pelo menos dois brasileiros. García, de 49 anos, viajava por uma estrada com sua filha de quatro anos, que ficou gravemente ferida.

Este não é o primeiro atentado à prefeitura de Hidalgo, cidade de 24.000 habitantes, localizada no centro do estado de Tamaulipas, a 90 quilômetros da capital Ciudad Victoria. No último dia 12, o ex-prefeito Cesareo Rocha Villanueva foi gravemente ferido em um atentado. Em 18 de março, a sede da prefeitura foi atacada com granadas. Um policial morreu.

Desde sexta-feira passada, cinco explosões sacudiram Tamaulipas, onde na terça foram encontrados os corpos de 72 imigrantes ilegais, no município de San Fernando, a 180 quilômetros da fronteira com os Estados Unidos. O grupo teria sido executado pelo Cartel Los Zetas, que tentou recrutar os imigrantes para o narcotráfico.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade