Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Prefeito ameaça renunciar após sua cidade votar em Marine Le Pen

Daniel Delomez, de Annezin, disse que não quer “dedicar sua vida a um bando de imbecis”

Por Da redação Atualizado em 3 Maio 2017, 12h34 - Publicado em 24 abr 2017, 15h32

Um prefeito francês cuja cidade votou a favor de Marine Le Pen nas primárias do último domingo falou que pode pedir sua renúncia se a candidata de extrema-direita ganhar no dia 7 de maio, pois não quer “dedicar sua vida a um bando de imbecis”.

Annezin é uma pequena cidade de 6000 habitantes situada no norte da França. Neste domingo, 38,09% de sua população votou em Le Pen. Para o prefeito da cidade, Daniel Delomez, de 70 anos, o resultado “é uma catástrofe! ”.

“É possível que eu vá renunciar pois não quero dedicar minha vida a imbecis”, afirmou o prefeito ao jornal francês L’Avenir de l’Artois.

  • Nesta segunda, o prefeito admitiu “que se exasperou”, mas afirmou que a essência de sua opinião “continuava a mesma”. Ele também disse que o clima de domingo à noite na cidade o incomodou. “Fiquei incomodado com tantas pessoas votando na Frente Nacional”, explicou Delomez.

    Após o anúncio, o prefeito foi saudado como “herói” por usuários das redes sociais, que elogiaram sua sinceridade. “Ele é meu ídolo”, escreveu um deles. Outro publicou: “Bem feito, ele me faz sentir melhor sobre a humanidade.”

    O candidato de extrema esquerda Jean-Luc Mélenchon foi o segundo mais votado na cidade, com 19,25% dos votos.

    Continua após a publicidade
    Publicidade