Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Prefeita de Bogotá casa-se com senadora na Colômbia

Claudia López é a primeira mulher eleita para o cargo; Angélica Lozano é ativista de direitos LGBT e faz oposição ao presidente Iván Duque

Por Amanda Péchy - Atualizado em 17 dez 2019, 15h25 - Publicado em 17 dez 2019, 15h16

A prefeita eleita de Bogotá, Claudia López, casou-se na segunda-feira 16 com a senadora Angélica Lozano na Colômbia. As duas militam no partido Aliança Verde, estão juntas abertamente desde 2012 e anunciaram a união no início do mês.

Ex-senadora, Lopez é a primeira mulher a ocupar, por eleição popular, a principal prefeitura do país. Ela assumirá o cargo em janeiro de 2020, no lugar de Enrique Peñaloza. Lozano é advogada e ativista de direitos LGBTQ+, e foi a primeira legisladora lésbica da história da Colômbia. Ela é conhecida por bater de frente com o atual presidente, o conservador Iván Duque.

Segundo o jornal colombiano El Tiempo, esta é uma união histórica e um “símbolo de amor e luta pelos direitos dos casais do mesmo sexo”. 

Embora na Colômbia seja permitido o casamento entre pessoas do mesmo sexo, que também podem adotar filhos e têm proteção constitucional contra discriminação, o país não está livre da homofobia. De acordo com um relatório do ano passado da ONG Colômbia Diversa, houve 109 assassinatos de pessoas LGBT em 2017, e 108 em 2016. 

Publicidade

“Apesar dos avanços no reconhecimento dos direitos (LGBT), do processo de paz e da redução geral de homicídios no país, a violência contra pessoas LGBT não mostra uma redução semelhante”, afirmou o relatório.

López e Lozano já explicitaram o desejo de formar uma família e, para isso, já consultaram diferentes métodos para serem mães, inclusive adoção.

Quando ganhou a prefeitura de Bogotá, em outubro, López disse em seu discurso de comemoração que não é possível impedir o avanço das mudança e da igualdade: “Bogotá votou para derrotar o machismo e a homofobia”, afirmou.

As duas se casaram de branco, e a prefeita eleita escreveu nas redes: “Rumo ao momento mais feliz da minha vida! Te amo, minha divina Angélica. Obrigada por existir e me amar sempre. Prometo honrá-la e amá-la por toda a minha vida! Obrigado à vida por este ano maravilhoso: fiz doutorado, conquistei a prefeitura e casei com o amor da minha vida!”

Publicidade

Publicidade