Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Portugal emprestará ao Brasil coração preservado de dom Pedro I

Órgão do rei português e primeiro imperador brasileiro foi solicitado como parte da celebração de 200 anos da independência brasileira, em 7 de setembro

Por Da Redação Atualizado em 23 jun 2022, 00h36 - Publicado em 22 jun 2022, 18h12

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, anunciou nesta quarta-feira, 22, que o coração de dom Pedro I, mantido com todos os cuidados necessários na igreja da Lapa há 187 anos, será emprestado pelo governo português ao Brasil para a celebração de 200 anos da independência do país, em 7 de setembro.

Ainda não foi concluída a avaliação científica ao coração pedida ao Instituto de Medicina Legal do Porto, que assegura a viagem da relíquia, mas já há a indicação que pode “fazer a viagem”. Também não há, segundo ele, uma data definida para o transporte, mas o coração deve ser transportado em um avião da Força Aérea Brasileira, com despesas pagas por Brasília.

Enquanto o órgão está preservado em formol na igreja da Lapa, a pedido do próprio monarca em seu testamento, o corpo do primeiro imperador brasileiro está guardado em São Paulo, no complexo do Museu do Ipiranga.

“O relatório de perícia ainda não está concluído, mas já foi assegurado que o coração poderá ser transladado temporariamente ao Brasil, mediante exigência de transporte em ambiente pressurizado”, disse o presidente da Câmara. A análise envolveu “especialistas, docentes e investigadores de duas escolas de medicina do Porto, a Faculdade de Medicina do Porto e o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar”.

Além dos detalhes da viagem, a permanência do coração e as condições gerais ainda precisam ser discutidas entre o governo português e o Itamaraty.

“Depende do que for acertado entre o Estado português e brasileiro, mas é provável que seja no início de setembro, porque haverá uma comemoração em Brasília em 8 de setembro, onde estará o Presidente da República de Portugal”, afirmou o presidente da Câmara.

O embaixador brasileiro George Prata, um dos coordenadores das comemorações do bicentenário da independência do Brasil, anunciou que o governo do seu país tinha enviado um pedido oficial a Portugal para a trasladação do coração de d. Pedro. Disse também que, se a trasladação fosse possível, a ideia é que, “em primeiro, o coração vá para Brasília”, capital do país e que “não deve focar mais de um ano” em solo brasileiro.

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)