Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Político da oposição é morto durante comício na Venezuela

Membros do partido Ação Democrática (AD) afirmam que o secretário-geral Luis Manuel Díaz levou um tiro disparado de um carro e atribuem o assassinato a chavistas

Por Da Redação 26 nov 2015, 07h36

Um político opositor foi assassinado na noite desta quarta-feira na Venezuela durante um comício no interior do país, segundo a imprensa local. Luis Manuel Díaz, secretário-geral do partido Ação Democrática (AD), levou um tiro disparado de um carro por volta das 19h30 do horário local (22h de Brasília) em Altagracia de Orituco.

No comício para a eleição parlamentar de 6 de dezembro, que vai eleger 167 deputados, também estava Lilian Tintori, esposa de Leopoldo López, opositor condenado a 14 anos de prisão acusado de estimular violência durante as manifestações contra o governo.

Leia também:

Novo presidente argentino quer suspensão da Venezuela do Mercosul

Membros do Ação Democrática atribuem o ataque a grupos armados ligados ao Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), do governo chavista. Segundo eles, esse tipo de agressão contra militantes e candidatos da oposição vem crescendo.

No último domingo, o candidato opositor Miguel Pizarro denunciou que um grupo de encapuzados que, segundo ele, vestiam uma indumentária com referências ao chavismo, atiraram para o alto para impedir a passagem de um grupo de opositores que fazia campanha eleitoral em um setor popular no leste de Caracas.

O presidente do Parlamento da Venezuela, Diosdado Cabello, disse na televisão que as denúncias da oposição são “montagens” e que virou “moda” atribuir ataques ao chavismo.

A União das Nações Sul-Americanas (Unasul), que mantém uma missão de observadores na Venezuela, condenou de forma “enérgica” a morte do político. Em comunicado, a instituição classificou o caso como “lamentável” e condenou todo tipo de violência que “possa afetar o desenvolvimento normal do processo eleitoral”.

(Da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)