Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Polícia sul-africana dispersa novo protesto de mineiros

Menos de dois meses após massacre, autoridades usam balas de borracha e gás lacrimogêneo contra trabalhadores do maior produtor mundial de platina

Por Da Redação 4 out 2012, 17h22

A polícia sul-africana usou balas de borracha e gás lacrimogêneo para dispersar uma manifestação de mineiros nesta quinta-feira, perto de Rustemburgo, região noroeste de Johannesburgo. O protesto reuniu cerca de 2.000 mineiros que trabalham para o grupo Anglo American – número um do mundo na produção de platina. A polícia ainda não se pronunciou sobre a manifestação e sua dispersão.

Leia também:

Leia também: Começa inquérito por massacre em mina na África do Sul

Em agosto, autoridades policiais balearam um grupo de mineiros grevistas na mina de Marikana, explorada pela Lonmin, terceiro produtor mundial de platina. Na ocasião, os mineiros e a direção chegaram a um acordo salarial depois de seis semanas de conflitos que causaram a morte de 46 pessoas no total.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade

Publicidade