Clique e assine com até 92% de desconto

Polícia suíça impede que militantes pró-palestinos tomem avião para Israel

Por Jack Guez 15 abr 2012, 11h09

A polícia suíça impediu que 100 militantes pró-palestinos tomassem um voo na manhã deste domingo no aeroporto de Genebra com destino a Tel Aviv, anunciou a companha “Bem-vindo a Palestina”.

“A informação que obtivemos dos ativistas é que há uma elevada presença policial e que a polícia está tentando evitar que subam no avião”, afirmou o porta-voz da campanha, Anas Muhammed, em uma ligação telefônica à AFP.

“Além disso, o passaporte de um dos militantes foi confiscado”, acrescentou.

Os militantes franceses e suíços tinham comprado sua passagem com antecipação e pretendiam visitar os palestinos sob ocupação na Cisjordânia.

As forças de segurança israelenses começaram se preparar na semana pasada para uma entrada por via aérea de centenas de militantes pró-palestinos que pretendem chegar ao aeroporto Ben Gurion, em Tel Aviv.

A companhia aérea francesa Air France e a britânica Jet2.com se uniram à alemã Lufthansa na decisão de cancelar passagens para voo a Tel Aviv depois que Israel expressou objeções.

A operação “Bem-vindo a Palestina” acontece pelo terceiro ano consecutivo.

Continua após a publicidade
Publicidade