Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia mexicana atira em diplomatas dos EUA por engano

Veículos perseguiram um carro da embaixada americana em uma estrada de terra no estado de Morelos. Governo mexicano diz que vai investigar o incidente

Agentes da Polícia Federal do México abriram fogo contra um veículo da embaixada americana nesta sexta-feira em uma estrada de Morelos, no centro do México, deixando dois diplomatas gravemente feridos. Um membro da Marinha mexicana, que acompanhava os funcionários americanos no carro, sofreu ferimentos leves.

Em comunicado conjunto, a Marinha e a Secretaria de Segurança Pública do país descreveram que o incidente aconteceu quando os policiais patrulhavam a região em busca de criminosos. O estado de Morelos, onde o tiroteio ocorreu, é cenário frequente de chacinas ligadas à guerra entre cartéis de drogas.

Leia também: Tiroteio deixa dois mortos perto do Empire State, em Nova York

Perseguição e tiroteio – De acordo com a nota, o carro da embaixada americana se dirigia a uma base da Marinha quando, ao entrar em uma estrada de terra, foi alcançado por um veículo com homens armados. Ao tentar manobrar para fugir do local, o automóvel da embaixada foi alvejado por rajadas de tiros do outro veículo. Momentos depois, mais três carros se juntaram à perseguição.

O funcionário da Marinha mexicana que acompanhava os diplomatas ligou para a base naval pedindo ajuda, mas o reforço só chegou após o tiroteio. No comunicado, as autoridades mexicanas afirmam que os agentes da PF envolvidos na ação já se apresentaram ao Ministério Público do país “para prestar esclarecimentos”.

Mais tarde, a embaixada americana emitiu uma nota oficial confirmando o incidente e informando que o estado de saúde dos diplomatas é “estável”. “Governo do México indicou que será realizada uma investigação completa e exaustiva sobre este incidente. A embaixada esteve cooperando de maneira estreita com as autoridades mexicanas e irá auxiliar no que for possível”, diz o comunicado.

(Com agência EFE)