Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Polícia israelense em alerta total após atentado

Por Hazem Bader 14 fev 2012, 11h12

A polícia israelense colocou em estado de alerta reforçado todo o território do Estado hebreu devido a um atentado que teve como alvo os funcionários da embaixada de Israel na Índia e a uma tentativa na Geórgia, indicou nesta terça-feira seu porta-voz.

“A polícia israelense revelou seu estado de alerta e apontou particularmente para locais públicos e setores sensíveis, principalmente as embaixadas estrangeiras e o aeroporto” internacional Ben Gurion de Tel-Aviv, afirmou à AFP Micky Rosenfeld.

“Intensificamos o patrulhamento”, insistiu.

Uma diplomata israelense de 42 anos, esposa do responsável da Defesa na embaixada de Israel na Índia, ficou gravemente ferida na segunda-feira em Nova Délhi na explosão de um carro.

Três indianos, incluindo o motorista de um carro, ficaram feridos com menor gravidade no ataque praticado, segundo uma testemunha, por um motociclista que colocou um artefato explosivo na traseira do automóvel estacionado perto da embaixada de Israel pouco antes da explosão.

Na Geórgia, a polícia desmontou na segunda uma bomba encontrada no carro de um funcionário da embaixada israelense em Tbilisi.

Para Israel, os dois ataques têm a marca do Irã, algo que Teerã desmente.

A imprensa israelense considerava nesta terça que Israel deve se preparar para uma onda de atentados.

Os atentados de Nova Délhi e Tbilisi coincidem com o aniversário do assassinato de Imad Mughnieh, chefe militar do Hezbollah, no dia 12 de fevereiro de 2008. O ataque foi atribuído a Israel.

Continua após a publicidade

Publicidade