Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia investiga suposto caso de estupro no ‘Big Brother’

Rio de Janeiro, 16 jan (EFE).- A Polícia Civil investiga um suposto caso de estupro cometido por um dos participantes do programa ‘Big Brother Brasil’ (‘BBB’), transmitido pela ‘TV Globo’.

O inspetor Paulo Vilas Boas, chefe de investigação da 32ª DP do Rio de Janeiro, confirmou à imprensa nesta segunda-feira que um grupo de investigadores se deslocou aos estúdios de gravação do Projac, onde os participantes do programa estão confinados, para apurar o caso.

O suposto estupro teria ocorrido na madrugada de domingo, quando, após a primeira festa do grupo, o participante Daniel se aproveitou de Monique, que estava sob efeitos de álcool e quase inconsciente.

‘Alguns investigadores da 32ª já estão no Projac para apurar o que aconteceu de fato. A Monique tem que ser ouvida. E o Daniel também. E provavelmente isso vai acontecer lá dentro mesmo’, explicou o policial.

Segundo ele, a investigação partiu da própria Polícia Civil do Rio de Janeiro, sem nenhum tipo de denúncia, após a transmissão das imagens do caso.

Um dos diretores do programa indicou que, como tudo ocorreu debaixo do edredom, seria muito difícil provar se houve ou não estupro. Monique deixou gravado um áudio no Confessionário da casa dizendo que não se lembrava do que havia acontecido. EFE