Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia indiana desmantela célula do EI ligada a atentados no Sri Lanka

Os policiais descobriram que os suspeitos de recrutarem jovens para o grupo extremista, eram amigos no Facebook dos terroristas no Sri Lanka

A polícia indiana saiu às ruas na cidade de Coimbatore nesta quarta-feira, 12, para realizar buscas em sete endereços e desmantelar uma célula do Estado Islâmico responsável pelo recrutamento de extremistas na Índia e que possuem ligação com os atentados no Sri Lanka, que deixaram 250 mortos em abril.

As autoridades iniciaram a operação após o recebimento de denuncias de que sete homens, com idades entre 26 e 38 anos estariam fazendo propaganda do grupo terrorista nas redes sociais. Segundo as autoridades, o grupo era responsável por tentar aliciar jovens e realizar ataques no sul da Índia, especialmente nas cidades Kerala e Tamil Nadu.

Foram apreendidos documentos, panfletos de propaganda e diversos eletrônicos, além de 14 celulares e 29 chips de operadoras.

Os sete homens foram presos e estão sendo interrogados pela polícia. O principal acusado, Mohammed Azarudeen, 32, é considerado o líder da célula terrorista e o gerenciador de uma página nas redes sociais que disseminava a propagando extremista

A polícia descobriu que, na lista de amigos de Azarudeen no Facebook, constava a conta de Zahran Hashim, um dos terroristas envolvidos nos ataques no Sri Lanka em abril deste ano e considerado como arquiteto do atentado que deixou mais de 250 mortos.

Os oficiais também descobriram que Ibrahim Shahin Shah, um dos acusados de integrarem a célula terrorista, mantinha conexão com outro extremista que foi preso suspeito de planejar ataques a bomba na cidade de Kerala em abril.