Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia francesa informa morte de cão policial em ação contra terroristas

O animal morreu durante busca por suspeitos dos atentados a Paris e esteve entre os temas mais comentados nas redes sociais

As autoridades de segurança da França confirmaram que Diesel, um cão policial de 7 anos, morreu durante a operação antiterrorista realizada na manhã desta quarta-feira em Saint-Denis, distrito ao Norte de Paris. Em sua conta oficial no Twitter, a Polícia Nacional francesa afirmou que o cão foi morto em ação e ressaltou que esses animais treinados são indispensáveis operações policiais.

Leia também:

Hollande faz apelo por uma ‘grande coalizão’ mundial para combater o Estado Islâmico

Ataques a Paris: o que se sabe sobre os suspeitos

A ação, que durou cerca de sete horas, cercou um prédio em busca de pessoas ligadas aos ataques à capital francesa, que deixaram 129 mortos na noite de sexta-feira. O principal alvo dos policiais era Abdelhamid Abaaoud, apontado como o mentor dos atentados. Sete suspeitos foram detidos e outros dois morreram, entre eles uma mulher-bomba que detonou explosivos assim que percebeu o cerco policial. A França não confirmou se o jihadista foragido estava no local.

Nas redes sociais, pessoas de todo o mundo se sensibilizaram com a morte do cachorro policial, e a hashtag #JeSuisChien (ou “eu sou cachorro”) passou a ser uma das mais populares no mundo no Twitter.