Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia expulsa indígenas que tiraram tropas de base na Colômbia

Bogotá, 18 jul (EFE).- Uma força policial expulsou nesta quarta-feira os indígenas que ontem tiraram cerca de cem soldados de uma base na cidade colombiana de Toribío, informaram fontes oficiais.

O coronel Ricardo Alarcón, comandante da Polícia Nacional em Cauca, departamento onde fica Toribío, disse à imprensa que unidades de elite da polícia retomaram o controle do local por volta das 5h locais (7h de Brasília).

A expulsão dos indígenas tinha sido ordenada ontem à noite pelo presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, que hoje revelou no Twitter essa determinação.

‘Não quero ver um só indígena nas bases militares. Essa é a ordem desde ontem à noite’, escreveu Santos após anunciar sua decisão de viajar ainda hoje a Cauca – sua segunda visita à região em uma semana.

Um número não informado de membros do Esquadrão Móvel Antidistúrbios (Esmad) retomou o controle da base montanhosa da qual os indígenas da etnia nasa expulsaram cerca de cem soldados.

Na ação policial de hoje, pelo menos três nativos ficaram feridos, um foi preso e outro desapareceu, afirmou à Agência Efe por telefone o representante legal da Associação de Líderes Indígenas do Norte do Cauca (Acin), Carlos Andrés Alfonso.

‘Os policiais usaram de maneira indiscriminada gás lacrimogêneo na tentativa de nos retirar de nosso próprio território’, expressou Alfonso em Toribío.

A montanha onde fica a base ‘é um lugar estratégico para as operações contra a guerrilha (das Farc)’, alegou, por sua vez, o coronel Alarcón em entrevista à ‘Rádio Caracol’. EFE