Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia divulga nomes de vítimas e detalhes do ataque

McQuinn, jovem de 25 anos, abraçou a namorada para protegê-la e foi morto

Um jovem de 27 anos que estava comemorando seu aniversário, um soldado e uma jornalista em início de carreira estão entre as 12 vítimas do massacre em um cinema na cidade de Aurora, no Colorado, segundo divulgou neste sábado a imprensa local, com informações da polícia americana, que também deu mais detalhes do caos vivido durante o ataque.

Eram aproximadamente 00h30 (hora local) da madrugada de sexta-feira quando o suspeito do ataque, James Holmes, de 24 anos, entrou por porta traseira do cinema ‘Century 16’ com dois revólveres, uma espingarda e uma escopeta, segundo os investigadores.

Leia mais

EUA: polícia planeja detonar explosivos na casa do atirador

Atirador era considerado um jovem solitário

Diretor de novo ‘Batman’ se diz desolado pela tragédia

Os ataques mais violentos nos EUA nos últimos 20 anos

A sala estava repleta de pessoas que assistiam a estreia do filme ‘Batman: O cavaleiro das trevas ressurge’. Holmes, vestido com máscara de gás e colete à prova de balas, entrou pela parte traseira do cinema e sem falar nada lançou uma bomba de gás lacrimogêneo. Algumas pessoas chegaram a achar que a ação fazia parte da promoção do filme, segundo testemunhas explicaram para a CNN.

Em uma atmosfera irrespirável e de caos Holmes começou a disparar contra os presentes, o que resultou na morte de 12 pessoas e deixou 58 feridos.

Matt McQuinn, um jovem de 25 anos, abraçou a namorada para protegê-la e foi morto. As armas do autor do massacre eram típicas das forças especiais.

Já Alex Sullivan faria 27 anos naquela noite e decidiu comemorar assistindo a estreia da última sequencia de Batman no cinema de Aurora, que fica nos arredores de Denver. Neste domingo, ele completaria um ano de casado.

Vítima esteve em ataque no Canadá – Outras vítimas foram Micayla Medek, de 23 anos, e Jessica Ghawi, de 24 anos, jornalista, blogueira e aficionada por esporte, que tinha se mudado para Denver recentemente.

Apenas um mês antes, em uma visita a Toronto (Canadá), Jessica escapou de um ataque ocorrido em um centro comercial da cidade ao deixar o local poucos minutos antes de um homem abrir fogo contra os presentes e matar duas pessoas. À época, ela escreveu em em seu blog pessoal sobre a tragédia:

“Naquele dia, vi o quão frágil é a vida. Vi o terror nos rostos das pessoas e as vítimas de um crime sem sentido. Isso me fez lembrar que não sabemos quando ou onde o nosso tempo na Terra vai acabar. Quando ou onde vamos ter o nosso último suspiro. Cada segundo de cada dia é um presente”.

Já na noite da última quinta-feira, enquanto esperava o início da nova edição de Batman, Jéssica postou no seu perfil no Twitter (@JessicaRedfield) suas últimas palavras antes de ser assassinada: “É claro que nós estamos vendo o Cavaleiro das Trevas”. Juntamente com um amigo, Brent Lowak, que também foi atingido pelos tiros e passou por um procedimento cirúrgico logo depois, ela parecia feliz.

John Larimer, técnico da Força Naval americana, de 27 anos, é outra das vítimas fatais, segundo confirmou a CNN. Entre as vítimas também se encontram militares, embora até o momento o nome de todos os mortos não foi divulgado.

(Com agência EFE)