Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia de Londres prende 290 manifestantes por obstrução do tráfego

Ativistas bloqueiam vias para exigir compromisso do governo britânico com a emissão zero de gases do efeito estufa até 2025

A polícia britânica prendeu 290 pessoas em dois dias de protestos contra as políticas pouco ambiciosas do governo sobre mudança climática. Os manifestantes bloquearam alguns dos cruzamentos mais importantes de Londres, incluindo os de Oxford Circus e Marble Arch, provocando caos no trânsito.

Mais de uma dezena de ativistas foram presos na ponte de Waterloo, perto do Parlamento, até o horário de almoço desta terça-feira.

Os protestos, liderados pelo grupo britânico Extinction Rebellion, paralisaram partes de Londres novamente nesta terça-feira. O Extinction Rebellion chamou atenção com um protesto na Câmara dos Comuns em que seus participantes se apresentaram seminus no início deste mês. O grupo exige o governo imponha a reduza a zero das emissões de gases de efeito estufa até 2025 e clama pela desobediência civil.

A polícia disse acreditar que as manifestações irão continuar nas próximas semanas, mas alegou ter a obrigação de garantir o equilíbrio certo entre permitir o direito a manifestações pacíficas e evitar transtornos para a população, em geral.

“Nesse momento, manifestações em andamento estão causando transtornos sérios ao transporte público, ao comércio local e aos londrinos que desejam cumprir suas rotinas diárias”, disse o superintendente-chefe da polícia, Colin Wingrove, nesta terça-feira.

Policiais prendem ativista do Extinction Rebellion em Londres – 16/04/2019

Policiais prendem ativista do Extinction Rebellion em Londres – 16/04/2019 (Hannah McKay/Reuters)

Os ativistas foram informados de que precisam conter qualquer manifestação na área de Marble Arch, e a polícia está tomando medidas contra manifestantes em outros locais.

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, afirmou que compartilha da paixão dos manifestantes em relação a medidas urgentemente necessárias para se enfrentar a mudança climática. Mas também se disse extremamente preocupado com os planos do Extinction Rebellion de parar o metrô da capital.

“Mirar no transporte público é o meio apenas de prejudicar a causa que todos vocês querem levar adiante, assim como traz riscos para a segurança dos londrinos. Eu imploro a todos que considerem agir assim que pensem novamente”, afirmou Khan pelo Twitter.

(Com Reuters)