Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Polícia de cidade chinesa se oferece para escoltar clientes de banco

Por Da Redação 10 jan 2012, 07h36

Pequim, 10 jan (EFE).- A Polícia da cidade de Guilin, um popular destino turístico da China, começou a oferecer serviços de segurança a clientes de banco após um assalto que terminou em morte em outra localidade e que causou comoção no país.

O jornal oficial ‘China Daily’ informou nesta terça-feira que a Polícia de Guilin destinará efetivos armados para acompanhar clientes de banco que irão depositar ou sacar grandes quantias de dinheiro. Para isso, basta ligar para o telefone de emergência 110.

Uma foto do jornal mostrou dois desses policiais, portando capacetes e fuzis, acompanhando uma mulher até a entrada de um banco local.

Esse inédito serviço foi anunciado depois que no dia 6 de janeiro um assaltante matou uma pessoa que acabava de sair de um banco em Nankin para roubar cerca de US$ 31 mil.

O assaltante ainda não foi localizado e as autoridades ofereceram recompensa de US$ 388 mil para quem ajudar a capturá-lo.

As autoridades suspeitam que o criminoso seja autor de outros seis roubos seguido de morte nos quais morreram outras pessoas durante os últimos sete anos. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade