Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Polícia britânica procura na Turquia 3 adolescentes em rota para a Síria

As jovens, com idades entre 15 a 16 anos, foram vistas pela última vez na manhã de terça-feira no aeroporto de Gatwick, antes de embarcar para Istambul

Por Da Redação
Atualizado em 5 jun 2024, 11h06 - Publicado em 23 fev 2015, 11h35

A polícia britânica está participando de uma operação na Turquia para localizar três adolescentes, com idades entre 15 a 16 anos, suspeitas de estar indo à Síria para se unirem ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI), informa nesta segunda-feira a rede BBC. As três jovens, alunas de um instituto de Bethnal Green (cidade a leste de Londres), viajaram na terça-feira passada a Istambul partindo do aeroporto londrino de Gatwick.

Shamina Begum, de 15 anos; Kadiza Sultana, de 16, e Amira Abase, de 15 anos, foram vistas pela última vez na terça-feira de manhã por suas famílias. Elas aproveitarem o período de férias escolares e embarcaram em um voo da companhia Turkish Airlines que aterrissou na Turquia na terça-feira pela tarde. A irmã de Shamina Begum, Renu Begum, afirmou entre lágrimas que a família não quer que sua irmã faça algo do qual se possa se arrepender e disse que a única coisa que querem é que ela volte para casa.

Leia também

EUA pedem cautela após ameaça jihadista a shoppings

França mobiliza seu maior porta-aviões contra jihadistas no Iraque

Continua após a publicidade

EI divulga vídeo que mostra peshmergas em jaulas

Além disso, Renu destacou que as três adolescentes são “jovens e vulneráveis” e que se alguém as persuadiu para viajar à Síria, foi um ato “cruel e mal-intencionado”. O pai de Amira, Hussen Abase, pediu para que sua filha pense “duas vezes” antes de agir e não viaje à Síria.

O governo de Londres expressou preocupação pelo aumento de jovens muçulmanos britânicos que viajam para se unir à luta do Estado Islâmico (EI) na Síria. Em novembro, a Grã-Bretanha anunciou que iria endurecer suas medidas antiterroristas contra os integrantes do grupo Estado Islâmico para impedir o retorno de jihadistas britânicos.

O primeiro-ministro David Cameron detalhou que nova lei iria dar mais poderes à polícia para apreender passaportes e “impedir que cidadãos britânicos suspeitos de envolvimento com os jihadistas retornem à Grã-Bretanha”. Mais de 500 muçulmanos britânicos foram recrutados pelo Estado Islâmico para lutar na Síria e no Iraque e pelo menos 24 deles morreram em combate, afirmam as autoridades.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.