Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Plataforma petrolífera tomba na Rússia e deixa 4 mortos

Tempestade de neve fez com que ondas do mar chegassem aos seis metros

Ao menos quatro pessoas morreram e 49 estão desaparecidas depois do tombamento da plataforma petrolífera Kolskoye no momento em que era rebocada no mar de Ojotsk, no meio de uma tempestade de neve, no extremo oriente russo. No momento do acidente, as condições do mar eram de ondas de seis metros e ventos de até 25 metros por segundo, informou neste domingo o Ministério de Emergências da Rússia.

Até o momento só foram resgatadas 14 das 67 pessoas que estavam a bordo da plataforma que afundou a caminho da ilha de Sakhalin, a 200 quilômetros de distância. Quatro resgatados foram hospitalizados por causa de lesões e hipotermia. A situação do rebocador Neftegaz-55 se complicou a 300 milhas do porto.

Segundo o capitão, as bombas da embarcação não conseguiram retirar a água que entrava na casa de máquinas. As equipes de resgate encontraram vazias as quatro balsas cobertas que levavam a plataforma naufragada. No entanto, ainda há esperança de resgatar sobreviventes porque todos os tripulantes e passageiros da plataforma tinham equipamentos individuais de salvamento e aquecimento que permitem sobreviver nas gélidas águas do Pacífico russo.

As autoridades russas reforçaram as unidades que participam da operação de resgate por sobreviventes do naufrágio. Durante a madrugada, o avião do Centro de Salvamento de Khabarovsk fará reconhecimento aéreo da zona do acidente. Enquanto isso, as equipes continuam as buscas com as embarcações ‘Magadan’ e ‘Iliushin 38’ da Marinha do Pacífico, ambos dotados com balsas especiais de salvamento.

As investigações sobre as causas do naufrágio da Kolskoye apontaram para o descumprimento das normas de segurança durante a operação de reboque da plataforma com relação às condições meteorológicas.

(Com agência EFE)