Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pior ataque talibã desde o fim do cessar-fogo mata 30 soldados

Esta é a primeira grande ação do grupo desde o encerramento da trégua com o governo

Por Da Redação Atualizado em 20 jun 2018, 18h07 - Publicado em 20 jun 2018, 17h06

Pelo menos 30 soldados afegãos morreram nesta quarta-feira em um ataque talibã contra dois postos de controle das forças de segurança na província de Badghis, no oeste do Afeganistão. Esta foi a primeira grande ação do grupo insurgente desde a madrugada do último domingo (17), quando chegou ao fim o cessar-fogo de três dias para o final do mês sagrado do Ramadã.

Um grupo de talibãs realizou na madrugada desta quarta um ataque contra os dois postos de controle. A maioria das mortes, porém, ocorreu quando as autoridades decidiram mandar reforços para a região, disse à agência EFE o governador de Badghis, Abdul Qhafoor Malikzai.

O comboio com reforços sofreu uma emboscada quando se dirigia para o local. Os talibãs detonaram duas minas na passagem de dois veículos blindados do Exército.

  • “Cerca de 30 membros do Exército morreram. A maioria, na explosão de duas minas contra veículos militares blindados”, disse a fonte, acrescentando que os insurgentes sofreram dezesseis baixas.

    Entre os mortos do lado talibã está um comandante insurgente, segundo o governador. O grupo extremista ainda não se pronunciaram sobre o ataque.

    Esta é a primeira ação de envergadura desde que a meia-noite do último domingo, quando expirou um cessar-fogo de três dias declarados pelos insurgentes por causa do Eid al-Fitr, a festividade do fim do Ramadã.

    O Afeganistão atravessa um dos seus períodos mais sangrentos desde o final da missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em 2015. Tropas da Otan continuam no país apenas para tarefas de capacitação das forças afegãs.

    (Com EFE)

    Continua após a publicidade
    Publicidade