Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Petrobras e Total assinam parceria para projetos de energia renovável

Empresas vão analisar a viabilidade de negócios sustentáveis de energia eólica e solar em território brasileiro

Por AFP Atualizado em 10 jul 2018, 20h38 - Publicado em 10 jul 2018, 20h30

A Petrobras assinou um memorando de entendimento com as empresas francesas Total e Total Erén para analisar a viabilidade de negócios de energia eólica e solar em território brasileiro, informou a petroleira nesta terça-feira (10).

O acordo procura determinar o potencial existente, especialmente no nordeste do Brasil, para desenvolver projetos de energias renováveis, informou Nelson Silva, diretor de Organização e Sistemas de Gestão da Petrobras.

Silva negou que a empresa tenha recuado no setor de energias renováveis e esclareceu que, em 2017, o plano de negócios da empresa se concentrou na exploração de petróleo e gás devido a “uma situação financeira mais específica”.

“Nos concentramos nesses dois anos na recuperação financeira da companhia”, acrescentou.

Continua após a publicidade

Em 2018, disse Silva, a Petrobras se dedicará mais às energias renováveis.

O porta-voz da Petrobras afirmou que ainda não estão definidas as participações de cada sócio, nem se fala de um valor de investimentos. “(Vamos) explorar oportunidades, fazer um levantamento técnico para depois definirmos se são condições viáveis, para apresentar um projeto”, disse.

Petrobras tem, em parceria, quatro parques eólicos de 104 megawatts instalados, além de uma unidade de pesquisa e desenvolvimento em energia solar fotovoltaica de 1,1 megawatt no Rio Grande do Norte.

A Total Eren, fundada em 2012, é voltada para desenvolver projetos de energias eólica, solar e hidroelétrica.

O memorando não é vinculante, logo, a Petrobras poderia desenvolver outras associações.

Petrobras e Total consolidaram sua aliança estratégica em 2016, quando ambas empresas se comprometeram a avaliar de forma conjunta oportunidades no Brasil e no exterior em todos os segmentos da cadeia de petróleo e gás. As duas empresas são aliadas em diversos consórcios de exploração e produção no Brasil e no exterior.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês