Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Petrobras anuncia prejuízo líquido devido à alta do dólar

Por Da Redação
3 ago 2012, 20h51

A Petrobras anunciou nesta sexta-feira um prejuízo líquido no segundo trimestre, devido, principalmente, à desvalorização do real e a grandes importações de derivados, cujos preços no Brasil estão defasados em relação aos preços internacionais.

O prejuízo líquido foi de R$ 1,346 bilhão (US$ 663 milhões), contra lucro líquido de R$ 10,943 bilhões no mesmo período de 2011, disse a empresa em uma declaração a acionistas e investidores.

A presidente da Petrobras, Graça Foster, pediu novos reajustes do preço do diesel e da gasolina no Brasil e disse que eles são necessários para “garantir o lucro da companhia”.

A Petrobras importa derivados a preços internacionais e os vende a um preço subsidiado no mercado nacional, por iniciativa do governo, que tenta controlar a inflação.

Continua após a publicidade

A presidente da Petrobras também disse que as perdas do trimestre se devem aos gastos extraordinários com poços secos, perfurados principalmente entre 2009 e 2012, e a uma menor exportação de petróleo, fruto da menor produção, devido às interrupções programadas com relação ao aumento da eficiência e da segurança operacional”.

O governo tem impedido a Petrobras de repercutir a alta dos preços internacionais do petróleo nos preços da gasolina e do diesel para não estimular a inflação. Sob a pressão da Petrobras, o governo finalmente aumentou os preços das gasolina em 7,83% ao final de junho e o do diesel em 3,94% nessa mesma data e depois mais 6% em julho.

Além disso, a Petrobras tem tido que aumentar suas importações de derivados para enfrentar uma alta extraordinária da demanda e foi afetada também pela escassez de etanol, que pode ser utilizado por mais de 80% dos automóveis novos. A empresa compra destilados a um preço até 30% mais caro que o valor de venda no Brasil, dizem analistas.

Continua após a publicidade

“Estamos trabalhando para recuperar nossa rentabilidade”, afirmou Foster.

No segundo trimestre, a Petrobras produziu uma média diária de 2,579 milhões de barris equivalentes de petróleo (bep), uma cifra inferior a média de 2,607 milhões de bep/d do mesmo período do ano passado e dos 2,676 milhões de bep/d de janeiro a março de 2012.

A renda líquida da empresa foi de 68,047 bilhões de reais (US$ 33,555 bilhões) no segundo trimestre, 10,35% maior que os 61,007 bilhões de reais do mesmo período de 2011.

Continua após a publicidade

O EBITDA – lucro antes de impostos, juros, depreciações e amortizações – foi de 10,599 bilhões de reais (US$ 5,226 bilhões) no 2º trimestre deste ano, volume 33,3% menor que os 15,909 bilhões de abril a junho de 2011.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.