Clique e assine a partir de 9,90/mês

Pesquisas apontam vitória da esquerda nas eleições legislativas da França

Primeiro turno da votação para a assembleia se encerra com forte abstenção

Por Da Redação - 10 jun 2012, 16h05

As pesquisas de boca de urna dão vitória à esquerda no primeiro turno das eleições legislativas na França. Os colégios eleitorais franceses fecharam neste domingo às 20h locais (15h de Brasília).

Segundo a pesquisa do instituto CSA para quatro meios de comunicação, a coalizão de esquerda pode alcançar a vitória com 46,9% dos votos, contra 35,2% dos conservadores e 13,7% da extrema-direita Frente Nacional (FN).

Outra pesquisa, do instituto TNS Sofres, indica que o Partido Socialista (PS), do presidente François Hollande, obteria 34,7% dos votos, empatado com a União por um Movimento Popular (UMP), do ex-presidente Nicolas Sarkozy, que alcançou 35,4%. Dessa forma, para conquistar a maioria na Assembleia Nacional, os socialistas devem se aliar com os ecologistas (5,3%) e a Frente de Esquerda (6,5%). A Frente Nacional, partido de extrema direita da candidata Marine Le Pen, teve 13,6% dos votos segundo a pesquisa.

Maioria – Se a vitória da esquerda se confirmar no segundo turno das eleições no domingo (17), o presidente François Hollande vai poder contar com o legislativo para implementar seu programa de crescimento da economia. Para isso, tem que conseguir pelo menos 289 das 577 cadeiras do parlamento.

Continua após a publicidade

Em uma primeira reação ao fechamento dos colégios eleitorais, a primeira secretária do PS, Martine Aubry, declarou que, se esses resultados forem confirmados, a esquerda obteria um melhor resultado que em 2007.

Martine ainda falou sobre a queda da participação dos eleitores nas urnas. “É preciso dizer que para ajudar ao presidente (o socialista François Hollande) a iniciar as reformas, é preciso ir às urnas para apoiar as propostas da esquerda”, afirmou.

Leia também:

Leia também: Eleições legislativas na França: a jovem e bela loura de ideias sinistras quer ser deputada

Continua após a publicidade

Abstenção – Duas horas antes do término das votações, a participação oficial alcançava, segundo dados do Ministério do Interior, 48,31%. O número é inferior ao 49,28% do primeiro turno do pleito de 2007.

Vários institutos de pesquisas previram antes do fechamento dos colégios eleitorais que a participação final poderia se situar por volta de 60% do total dos quase 46 milhões de franceses convocados às urnas para renovar a composição da Assembleia Nacional. A participação final no primeiro turno das eleições legislativas de 2007 ficou em 60,98% do eleitorado.

(Com agência EFE)

Publicidade