Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Pesquisas apontam vitória da esquerda nas eleições legislativas da França

Primeiro turno da votação para a assembleia se encerra com forte abstenção

Por Da Redação 10 jun 2012, 16h05

As pesquisas de boca de urna dão vitória à esquerda no primeiro turno das eleições legislativas na França. Os colégios eleitorais franceses fecharam neste domingo às 20h locais (15h de Brasília).

Segundo a pesquisa do instituto CSA para quatro meios de comunicação, a coalizão de esquerda pode alcançar a vitória com 46,9% dos votos, contra 35,2% dos conservadores e 13,7% da extrema-direita Frente Nacional (FN).

Outra pesquisa, do instituto TNS Sofres, indica que o Partido Socialista (PS), do presidente François Hollande, obteria 34,7% dos votos, empatado com a União por um Movimento Popular (UMP), do ex-presidente Nicolas Sarkozy, que alcançou 35,4%. Dessa forma, para conquistar a maioria na Assembleia Nacional, os socialistas devem se aliar com os ecologistas (5,3%) e a Frente de Esquerda (6,5%). A Frente Nacional, partido de extrema direita da candidata Marine Le Pen, teve 13,6% dos votos segundo a pesquisa.

Maioria – Se a vitória da esquerda se confirmar no segundo turno das eleições no domingo (17), o presidente François Hollande vai poder contar com o legislativo para implementar seu programa de crescimento da economia. Para isso, tem que conseguir pelo menos 289 das 577 cadeiras do parlamento.

Em uma primeira reação ao fechamento dos colégios eleitorais, a primeira secretária do PS, Martine Aubry, declarou que, se esses resultados forem confirmados, a esquerda obteria um melhor resultado que em 2007.

Continua após a publicidade

Martine ainda falou sobre a queda da participação dos eleitores nas urnas. “É preciso dizer que para ajudar ao presidente (o socialista François Hollande) a iniciar as reformas, é preciso ir às urnas para apoiar as propostas da esquerda”, afirmou.

Leia também:

Leia também: Eleições legislativas na França: a jovem e bela loura de ideias sinistras quer ser deputada

Abstenção – Duas horas antes do término das votações, a participação oficial alcançava, segundo dados do Ministério do Interior, 48,31%. O número é inferior ao 49,28% do primeiro turno do pleito de 2007.

Vários institutos de pesquisas previram antes do fechamento dos colégios eleitorais que a participação final poderia se situar por volta de 60% do total dos quase 46 milhões de franceses convocados às urnas para renovar a composição da Assembleia Nacional. A participação final no primeiro turno das eleições legislativas de 2007 ficou em 60,98% do eleitorado.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)