Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pesquisa mostra que 4 em cada 5 afegãos apoiam negociação com talibãs

Por Da Redação 15 nov 2011, 12h48

Cabul, 15 nov (EFE).- Uma pesquisa da ONG Asia Foundation divulgada nesta terça-feira indica que quatro em cada cinco afegãos apoiam os esforços de seu governo em incentivar talibãs a deixar atividades fundamentalistas.

A opinião favorável ao processo de reintegração é menor entre as mulheres (78%) do que entre os homens (83%), o que o relatório atribui ‘às preocupações do possível impacto que o acordo teria na vida da mulher’.

Mais de 6 mil moradores de 34 províncias afegãs foram entrevistados e constataram que mais de um terço da população acredita que o país ‘segue o caminho errado’, citando a insegurança como o principal foco de insatisfação.

Segundo a Asia Foundation, o número de entrevistados descontentes com o rumo do país é o mais alto já registrado desde quando a organização iniciou suas pesquisas anuais no Afeganistão, em 2004.

‘A insegurança é o maior problema dos afegãos’, afirmou em comunicado o diretor da ONG, David Arnold, que acrescentou que ‘os problemas de segurança e o conflito influem nas percepções para o futuro’.

A insegurança também aparece como a principal causa para o pessimismo da população (45%), situando-se à frente da corrupção (16%), da má gestão do governo (15%) e do desemprego (13%). Segundo a pesquisa, mais da metade dos afegãos que responderam a pesquisa dizem temer por sua segurança pessoal, especialmente em áreas conflituosas.

No entanto, os autores da pesquisa destacam que quase a metade (46%) dos entrevistados reconheceu uma melhora no acesso aos serviços, como transportes e educação. Apesar do desencanto gerado pela falta de uma democracia consolidada, 69% dos afegãos estão ‘satisfeitos’ com o funcionamento do sistema no Afeganistão. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade