Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pesquisa diz que 82% dos bolivianos acham Morales ‘fraco’ diante do tráfico

La Paz, 24 jan (EFE).- Uma pesquisa divulgada nesta terça-feira pelo jornal ‘Pagina Siete’ revelou que 82% dos bolivianos consideram seu presidente, Evo Morales, ‘fraco’ diante do tráfico de drogas e apenas 14% o veem como ‘forte’.

Elaborada pela empresa Ipsos, o estudo indicou ainda que 52% dos entrevistados acreditam que a Bolívia deve colaborar com os Estados Unidos no combate ao tráfico de drogas e 41% acham necessária a adoção de mesma postura com relação ao Brasil.

O nacionalista Morales, que apesar de sua condição de governante continua como líder dos sindicatos dos produtores de coca, base para produzir a cocaína, expulsou da Bolívia em 2008 o Departamento Americano Antidrogas (DEA).

Morales, no entanto, assinou na semana passada um acordo para que o Brasil e os Estados Unidos supervisionem a erradicação de plantações de coca.

A Bolívia é o terceiro produtor mundial de coca e cocaína e o maior fornecedor da droga para o Brasil, Argentina, Chile e os demais países do Cone Sul.

Segundo a ONU, na Bolívia tinha em 2010 mais de 31 mil hectares de plantações de coca, 22% a mais do que antes de Morales chegar ao poder em 2006.

Para a pesquisa do ‘Pagina Siete’ foram ouvidas 805 pessoas entre os dias 8 e 18 de janeiro nas quatro maiores cidades da Bolívia (Santa Cruz de la Sierra, La Paz, El Alto e Cochabamba). A margem de erro é de 3,4%. EFE