Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Perucas e alongamentos viram assuntos de Estado no Zimbábue

Por Da Redação
12 mar 2012, 10h57

Harare, 12 mar (EFE).- O ministro do Meio Ambiente do Zimbábue, Francis Nhema, pediu para as mulheres de seu país reduzirem o número de perucas que usam, já que isso supõe um ‘perigo para o meio ambiente e para a saúde’ dos zimbabuanos, informou nesta segunda-feira o jornal local ‘Newsday’.

Segundo Nhema, as perucas e os alongamentos de cabelo causam pelo menos a metade de todos os entupimentos da rede pública de águas e esgoto, já que as usuárias não costumam dispensar esse artigo de forma adequada, e os mesmos acabam parando nos bueiros.

‘Não deveriam trocá-las a cada semana. Isso supõe um risco para o meio ambiente e para nossa saúde’, disse o ministro em um discurso durante um concurso de beleza no último fim de semana. ‘O meio ambiente depende de como nós nos desfazemos do nosso lixo’, acrescentou Nhema.

O uso das perucas e das extensões de cabelo, seja artificial ou humano, é muito usado não só no Zimbábue, mas em toda África Subsaariana, e poucas são as mulheres que optam por usar seu cabelo natural.

No Zimbábue, as perucas podem ser adquiridas em supermercados e pequenos comércios e chegam a custar desde alguns dólares até mais de US$ 100. EFE

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.