Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Perseguição policial deixa 1 morto e 44 feridos no Rio de Janeiro

Por Da Redação 13 fev 2012, 11h52

Rio de Janeiro, 13 fev (EFE).- Ao menos uma pessoa morreu e outras 38 ficaram feridas no domingo quando um grupo de criminosos que fugia da polícia em um carro roubado atropelou dezenas de foliões que participavam de um ensaio de rua da escola de samba Portela, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais.

Poucos minutos depois do atropelamento, uma bomba explodiu no mesmo local, o que elevou o número de feridos para 44, segundo o boletim da Polícia Civil.

De acordo com a ‘Agência Brasil’, a bomba aparentemente foi lançada pelos criminosos, mas por razões ainda desconhecidas explodiu apenas quando os bombeiros atendiam as vítimas do acidente. Os ladrões teriam aproveitado para fugir enquanto a polícia prestava socorro aos feridos.

O incidente ocorreu no bairro de Madureira, localizado na zona norte da cidade e onde fica a quadra da Portela, uma das escolas de samba mais tradicionais do carnaval carioca.

A maior parte das vítimas participava do último ensaio de rua para o desfile da escola no carnaval de 2012.

Continua após a publicidade

Os agressores, que dirigiam em alta velocidade, invadiram uma rua do bairro que estava fechada para o trânsito pela CET-Rio e acabaram avançando sobre dezenas de participantes.

Segundo as testemunhas, diversas pessoas que não conseguiram fugir foram arremessadas enquanto o veículo roubado avançava pela multidão.

Apesar de os bombeiros terem chegado rapidamente ao local, uma mulher de 64 anos identificada como Maria Helena dos Santos morreu antes de ser levada ao hospital.

A explosão no momento em que os bombeiros atendiam as vítimas provocou pânico e correria entre as pessoas que ainda estavam no lugar.

Um vendedor ambulante que estava a poucos metros da explosão sofreu diversos ferimentos causados por estilhaços da bomba e está internado em estado grave.

Segundo a Defesa Civil, grande parte dos feridos teve fraturas e escoriações. EFE

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês