Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pergunta sobre Obama e Líbia complica candidato republicano

Por Da Redação 15 nov 2011, 01h55

Washington, 14 nov (EFE).- O pré-candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Herman Cain, se complicou com uma pergunta sobre a política do presidente, Barack Obama, na Líbia, durante uma entrevista divulgada nesta segunda-feira.

O candidato estava respondendo perguntas dos editores e repórteres do jornal ‘Milwaukee Journal Sentinel’ quando surgiu o tema Líbia.

‘Ok, Líbia’, repetiu se movimentando na cadeira de forma inquieta. ‘O presidente Obama apoiou o levante, certo?’, perguntou.

‘O presidente Obama fez uma chamada para destituir Kadafi… Só quero me assegurar que estamos falando da mesma coisa antes de dizer sim, estou de acordo ou não, não estava de acordo’, continuou em uma tentativa de ganhar tempo.

Cain começou a dizer então que não estava de acordo com Obama ‘pelas seguintes razões’, que não chega a enumerar porque falando consigo mesmo disse ‘não, isso é outra coisa diferente’.

Finalmente, após uma pausa, declarou que tem ‘todas essas coisas dando voltas’ em sua cabeça e evita a pergunta, mas garante que teria administrado a crise melhor que Obama.

Alguns analistas destacaram a falta de formação de Cain em política externa e criticaram suas declarações nos últimos debates entre os candidatos republicanos.

De acordo com o jornal ‘Boston Globe’, um dos assessores de Cain afirmou, após a divulgação da entrevista, que o candidato não havia dormido o suficiente devido à aperta agenda de campanha e demorou pra responder porque queria ter certeza que estava respondendo ao que lhe perguntavam. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade