Clique e assine a partir de 8,90/mês

Pequim acusa “políticos do mundo” de usar Nobel para atacar China

Por Da Redação - 12 out 2010, 06h54

O governo chinês afirmou hoje que a concessão do Prêmio Nobel da Paz “a um prisioneiro” como o ativista Liu Xiaobo “é um ataque à China” feito pelos “políticos do mundo”.

“O prêmio dado pela Noruega a um prisioneiro demonstra falta de respeito ao sistema judiciário chinês”, disse em entrevista coletiva o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores, Ma Zhaoxu.

Para ele, “é um erro tentar, com o Nobel, mudar o sistema político chinês para frear o avanço do povo”.

“O Nobel (a Liu Xiaobo) fere os sentimentos do povo chinês”, indicou o porta-voz oficial chinês. Segundo ele, “as relações com a Noruega ficarão prejudicadas”.

Perguntado sobre Liu Xia, esposa do ativista, Ma disse não conhecê-la.

Liu Xiaobo cumpre pena de 11 por dissidência política. Liu Xia agradeceu nesta segunda-feira o apoio da comunidade internacional, tal como informou hoje à Agência Efe um diplomata da União Europeia (UE) em Pequim.

(com Agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade