Clique e assine com 88% de desconto

Pentágono lamenta morte de pescador por tiros de embarcação militar dos EUA

Por Da Redação - 17 jul 2012, 21h28

Washington, 17 jul (EFE).- O Pentágono lamentou nesta terça-feira a morte de um pescador indiano nas águas do Golfo Pérsico, após os disparos de uma embarcação militar americana.

‘Lamentamos a perda de vidas neste incidente’, disse o secretário de imprensa do Pentágono, George Little, em entrevista coletiva. Ele afirmou que o USNS Rappahannock disparou contra o pequeno barco ‘em resposta ao potencial risco que este poderia causar’.

Os tiros ocorreram em local próximo a Jebel Ali, um porto situado ao sudeste de Dubai, nos Emirados Árabes.

Os marinheiros americanos realizaram as advertências para que a embarcação se afastasse, segundo o assessor que confirmou que o incidente está sendo investigado.

Publicidade

A Marinha informou que uma equipe de segurança do USNS Rappahannock disparou com uma metralhadora calibre .50 depois que o bote não mudou seu rumo e se aproximou do navio.

Little disse que a Marinha tem seus procedimentos contra potenciais ameaças, principalmente após o atentado contra o porta-aviões USS Cole, no Iêmen, em outubro de 2000, que causou 17 mortes.

O indiano foi identificado como Sekar, oriundo do povoado de Periyapattinam, situado na região indiana de Tamil Nadu, onde existem comunidades de pescadores que trabalham para companhias de Dubai em troca de um salário.

Em comunicado, a embaixada dos Estados Unidos na Índia expressou suas ‘condolências às famílias da tripulação do pequeno navio’ e anunciou a abertura de uma investigação interna para averiguar com mais cuidado o ocorrido. EFE

Publicidade